Gravidez gemelar (ou múltipla): por onde começar?
mar28

Gravidez gemelar (ou múltipla): por onde começar?

Você descobriu que está grávida de gêmeos ou múltiplos? Não sabe ainda por onde começar? Quais as primeiras providências? No início da gravidez, não há muito a fazer. Ainda é cedo pra comprar roupinhas, mamadeiras, carrinhos… Mesmo porque não sabemos nem o sexo dos bebês. Mas o que fazer nessa fase inicial, quando a ansiedade parece consumir cada minuto do nosso dia? Minha dica é: leia bastante sobre a experiência de outras mães...

Read More
Afinal, a Páscoa precisa ser de chocolate?
mar22

Afinal, a Páscoa precisa ser de chocolate?

Olá! Essa semana vamos falar de algo que está mais em evidência por conta da proximidade. A Páscoa vem chegando aí e com ela um caminhão de incertezas sobre como não detonar a rotina alimentar dos pequenos ou até mesmo os nossos próprios bolsos com tudo que a pegada comercial da data traz à tona. Sei que é muito tentador investir alguns bons reais na compra daquele chocolate com o personagem favorito ou com o brinde mais bacana. Eu,...

Read More
A criança que morde: como controlar esse impulso?
mar21

A criança que morde: como controlar esse impulso?

Quer ver uma mãe ficar arrasada? Basta o filhote chegar da escola com marcas de mordidas. Mas posso garantir que ser a mãe do mordedor é tão ruim quanto… Meu caçula dos trigêmeos era o mestre da mordida. Bastava dar uma bobeada e… nhac! Ele mordia os irmãos e também o papai e a mamãe. A mania começou por volta de um ano de idade. Ele mordia quando estava aborrecido, mas também quando estava feliz! Vê se pode? Conversei com...

Read More
Chips de Batata Doce
mar18

Chips de Batata Doce

Chips de batata doce, por Camila Granato Ingredientes 3 batatas doces descascadas e cortadas em fatias finas Azeite Sal Se não tiver uma assadeira antiaderente, recomendo forrar com um papel manteiga a sua assadeira. Modo de preparo Assim como as “batatas fritas só que não”, essa é uma receita que vai ao forno. A diferença básica é a espessura das fatias, que faz com que a gente deva prestar um pouquinho mais de atenção. Se as batatas...

Read More
Relato de parto, por Arusa Salgado
mar17

Relato de parto, por Arusa Salgado

Por Arusa Salgado Todo vento sopra a favor de quem sabe para onde ir e, quando você tem FÉ e busca em Deus, a realização dos sonhos e planos que Ele tem para sua vida, Ele próprio lhe dá forças além das suas e torna aquilo que é impossível real, e, ainda que o mar cresça diante dos seus olhos, em Deus você encontra o descanso necessário e a Sua Forte mão lhe guia e sobre as águas. Ele lhe faz caminhar em segurança. Há cerca de um ano...

Read More
O bebê nasceu e a barriga ficou!
mar14

O bebê nasceu e a barriga ficou!

O seu bebê nasceu, mas sua barriga nunca mais voltou ao normal? Você está de mal com o espelho no pós-parto? Ou pior: já pariu há um tempão e o problema continua? Você pode estar sofrendo de diástase abdominal. Este post foi escrito por uma personal trainer, também mamãe, para dar dicas de como acabar com esse tormento.  Depois de passar pela dificuldade de perder os 14kg extras que ganhou em sua segunda gravidez, a especialista em...

Read More
5 perguntas ao odontopediatra
mar10

5 perguntas ao odontopediatra

Você sabia que o leite materno tem anticorpos que protegem a boca do bebê? Que você pode fazer seu filho aprender a gostar de escovar os dentes, sem relutar? Que já pode usar a escova assim que nascer o primeiro dentinho? Elaboramos 5 perguntas, que foram respondidas pela professora e doutora em odontopediatria Sandra Kalil,  em parceria com a FGM Produtos Odontológicos. A partir de qual idade devemos nos preocupar com a higiene bucal...

Read More
A danada fase do “ECA” ou  fase da alimentação seletiva
mar08

A danada fase do “ECA” ou fase da alimentação seletiva

Por Camila Granato Bom dia pessoal! Essa semana vamos falar de algo que tira o sono de muitos pais e cuidadores. E tem me tirado do sério também. A danada da fase do “ECA” pra tudo. Existe literatura que afirme que essa fase seletiva pode acontecer a partir de 1 ano ou após os 2 anos. No primeiro caso, 20% das crianças realmente apresentam algum tipo de transtorno alimentar. Sendo que 80% , isso mesmo OITENTA POR CENTO, criam rejeição...

Read More
Facebook