Ciúmes entre irmãos

Minha filha mais velha pedia muito um irmãozinho. Acho que é por isso que acabou ganhando três de uma só vez. Passado o susto em receber a notícia da gravidez trigemelar, comecei a me preparar psicologicamente para a questão dos ciúmes entre irmãos.

Me informei com o Dr. Google sobre como ajudar a filhota de nove anos a lidar com a perda drástica de atenção quando o trio nascesse.

No entanto, para minha surpresa, ela não teve um pingo de ciúmes dos irmãos! Não sei se foi por causa da grande diferença de idade ou pela imensa vontade que tinha em ganhar um irmãozinho. Mas, às vezes, acho que ela via o caos da nossa vida e sentia mesmo era pena da mamãe e do papai!!!

Mas sei que nem sempre é assim… Por isso, o post de hoje tem dicas da turma da Timo Kids sobre como enfrentar o problema.

No começo, se você ainda está grávida:

  • A conversa é a melhor coisa! Incluir o mais velho na escolha do nome, na decoração do quarto do bebê, nos passeios ao ar livre entre pais e filho.
  • Se fizer um book da gestação, inclua o mais velho nas fotos! Mas sempre respeitando seu limite de colaboração. Vai ter uma hora em que ele vai cansar e vai querer parar.
  • Se o mais velho pedir colo, dê! Mas sentada! E pode ter certeza de que ele vai pedir. O ciúme de ver um irmãozinho na barriga de sua mãe pode fazer com que ele aja diferente e de maneira mais ‘infantil’.
  • Quando nascer, deixe o mais velho segurar o bebê sempre que quiser, com ajuda, claro. Mas também tenha um tempo sozinha com ele, abraçando e dando a atenção que ele precisa nesse momento.

Quando eles crescem e brigam muito:

  • Reserve um tempo para curtir cada filho. A melhor maneira de diminuir os ciúmes, a competitividade e ajudar a aumentar a amizade é cuidar para que eles se sintam bem em relação ao dia a dia deles.
  • Converse com cada um e deixe que falem sobre seus sentimentos, pensamentos e tente ajudá-los. É comum que irmãos sintam raiva em algumas brigas, e precisam aprender a lidar com esse sentimento, pois podem ser agressivos um com o outro. Por isso, conversar e apoiar seus filhos é uma ótima dica para evitar as brigas.
  • Coloque limites! Brincadeira de mão, palavrões devem ser evitados e proibidos! Mesmo que eles falem que não é forte, que não dói, que é só uma brincadeira, brincadeira de mão sempre acaba errado!
  • Brinque com eles, passeie, invente jogos interativos em que os dois possam brincar. A união da família é um vínculo eterno e o amor também fortalece tudo. Brincar e dar risada com os filhos é uma solução que dará muito certo.
Fonte: Timo Kids

Essas foram as dicas pesquisadas!

Se eu não enfrentei problemas com a filhota mais velha, agora estou vivendo um verdadeiro desafio com os trigêmeos, que disputam nosso colo e nossa atenção a cada minuto!

Vou tentar implantar as dicas por aqui… Só não sei onde arrumar espaço no meu dia para ter um tempo exclusivo com cada um dos quatro filhos!!! Mas não vou desistir! Boa sorte para nós, mamães!

Slide2

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

3 Comments

  1. E quando o ciúme é do pai com a filho em relação a mãe? Como fazer?

    Post a Reply
    • Adriana, vou consultar uma amiga psicóloga para nos ajudar a fazer um post sobre o assunto, ok?!

      Post a Reply
      • Ansiosa pelo post.

        Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook