Dez dicas caseiras para acabar com o piolho

*Post com teste de produto!

O bichinho do piolho já passou por aí? Aqui em casa, a resposta é sim… Foi com a minha mais velha, quando tinha por volta dos dois aninhos. A primeira reação é de detetive! Gente, de onde veio esse piolho??? Começamos a olhar para os lados, procurando os culpados!

Mas saiba que a transmissão é muito comum, principalmente quando nossos filhotes vão para a creche. Hoje vou apresentar as dicas passadas pelo meu pediatra, que é contra a utilização de xampus e outros produtos industrializados. Ele prefere receitas caseiras, tipo do tempo da vovó. Aqui em casa, funcionaram muito bem! Mas dão um certo trabalhinho, confesso… É preciso ter paciência!

  1. MISTURA DE ÁGUA COM VINAGRE

Utilize a seguinte proporção: metade vinagre, metade água. Borrife no cabelo molhado e deixe agir por 30 minutos. Se for possível, coloque uma touca (minha filha não permitia essa parte, então íamos sem touca mesmo!!!). A acidez mata piolhos e lêndeas. A mistura só não é recomendada se houver feridas no couro cabeludo, porque causa ardência! Eu fazia isso uma vez por dia, até acabar a infestação.

  1. SAL GROSSO NO CONDICIONADOR

Misture um punhado de sal grosso no condicionador. Deixe agir por meia hora e depois passe o pente fino.

  1. PENTE FINO

Lave a cabeça mais de uma vez por dia, passe condicionador e faça a faxina com o pente fino. Com o creme, os piolhos escorregam e saem no pente. Porém, as lêndeas ainda costumam ficar presas aos fios dos cabelos!

  1. CATAR AS LÊNDEAS

Isso é muito chaaaatoooo, eu sei… Mas catar lêndeas é fundamental. Procure um local claro e mãos à obra.

  1. USAR O SECADOR DE CABELOS

Se seu filho não der escândalo com o barulho do secador (a minha filha não gostava!), aproveite para usar essa tática, pois piolhos e lêndeas não costumam sobreviver ao calor!

  1. FERVER ROUPAS DE CAMA E BANHO

Se sua máquina não tiver água quente, joque água fervente e deixe as roupas de molho por um tempo.

  1. PASSAR ROUPAS DE CAMA E BANHO

Passe com ferro bem quente as roupas de cama e banho.

  1. PRENDER O CABELO

Independentemente de ter piolho ou não, sempre levei minha filhota pra creche de cabelos presos! É uma das melhores maneiras de evitar o contágio! Com os rapazes, mantenho os cabelos mais curtos sempre.

  1. VISTORIA SEMANAL

Independentemente de haver piolho, sempre faço uma vistoria periódica com o pente fino, tipo uma vez por semana!

  1. AVISE A ESCOLA

Não fique com vergonha! Deixe a escola ciente de que seu filho pegou piolho e, se possível, mantenha-o em casa até o controle da infestação. Avisada, a escola poderá alertar outros pais, evitando que os coleguinhas peguem piolho e, consequentemente, passem para o seu filhote novamente!

*TESTE DE PRODUTO: PENTE FINO LOLLY

Recebemos da Lolly Baby o Super Pente Fino com haste de aço, que promete remover por completo o piolho e a lêndea. Um espaçamento milimétrico entre as cerdas, com tamanho menor que o desses parasitas, é o que possibilita a eliminação total.

image006

Passei no meu couro cabeludo e observei o seguinte:

  • O pente de metal não dói! Confesso que fiquei com medo de que machucasse a cabeça, mas não arranha, nem causa dor!
  • Depois, utilizei nas crianças por precaução, porque elas não estão com piolho. Mas estou usando o pente na minha vistoria semanal. Nenhuma reclamou de dor! Mas devemos usar o condicionador para facilitar o deslizamento do pente, senão o cabelo agarra.
  • Realmente o espaçamento entre as cerdas é mínimo, então acredito que a remoção das lêndeas e piolhos seja bem eficiente. Achei bem diferente dos pentes finos normais e gostei. Prometo postar os resultados se o piolho voltar a aparecer por aqui, mas fiquei bem satisfeita com o que vi.

Sobre a Lolly Baby, clique aqui!

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

1 Comment

  1. minha mãe quando eu era criança usava simplesmente o sal grosso com água limpa, o bom e velho pente fino,Sempre funcionou.
    adorei o polst e estou utilizando a ideia do condicionador com o sal na minha filha de 6 anos.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook