Como fazer a criança provar novos alimentos?

*Texto publicado originalmente na nossa coluna da Revista Crescer!

 

Aqui em casa um filho gosta de banana, o outro de maçã e a outra de morango. O que gosta de banana não quer saber de maçã. O que gosta de maçã não quer experimentar morango. Dois comem tomate, uma come brócolis, outro prefere couve e o caçula não quer nada verde. Três mastigam bem, mas um cospe a carne. E todos os dias vou me virando nessa ginástica que é alimentar trigêmeos pequenos e uma adolescente.

Não dá pra comprar o que cada um gosta, senão abriria um restaurante, então passei a seguir algumas dicas de nutricionistas e criei algumas maluquices da minha própria cabeça. Vou contar aqui o que funcionou.

 

  • ALIMENTOS INDESEJADOS NO PRATO – Sempre ouvi nutricionistas dizerem que é importante a criança ver o alimento no prato, mesmo que ela não goste dele. Então sempre coloquei tomate no prato dos trigêmeos, mesmo sabendo que só o Guilherme e o Vitor comiam. A Gabi chorava e dava um escândalo, como se tivesse um monstro no prato! Eu falava que ela não precisaria comer, mas que ficaria ali no cantinho. De vez em quando, eu “ajudava” a dar umas colheiradas e escondia os cubinhos de tomate no arroz. Às vezes ela nem percebia, mas havia situações em que ela percebia a trapassa e cuspia. Mas um belo dia, ela me surpreendeu, falando: “Mamãe, eu ‘gosta’ de tomate!”. Pegou uma colher e colocou os cubinhos na boca. Quase morri do coração! Hoje, ela adora. Gente, pode parecer inacreditável, mas essa dica funciona mesmo! Funcionou em outras ocasiões com os trigêmeos e hoje estamos conseguindo ampliar o paladar da turma.

 

  • JUNTAR ALIMENTOS DIFERENTES – Bom, essa ideia saiu da minha cabeça, mas deu certo! Passei a apresentar juntos dois tipos de alimento: um adorado e outro detestado por eles. A foto que ilustra esse post é do nosso prato de frutas. Sempre apresento uma fruta adorada (como a banana) com outra odiada (como o morango, de que os meninos não gostavam). Então espetava no garfo, por exemplo, um pedaço grande de banana com outro menor de morango, sendo que eles tinham que comer os dois ao mesmo tempo.  No início, os meninos faziam careta, mas foram acostumando o paladar. Fiz o mesmo com o mamão. Então hoje, o trio adora mamão e morango, duas frutas de que antes não gostavam!

  • FAZER FESTA PARA ALIMENTOS NOVOS – Bom, aí vem a parte teatral que eu adoro. Faço o maior carnaval para apresentar a novidade no prato, elogiando o alimento e quem irá comê-lo. Isso dá uma amenizada nos narizes torcidos. Nos fins de semana, quando estou de folga do trabalho, monto mesa bonita, coloco guardanapos de personagens e faço o impossível para eles se sentirem especiais à mesa. Isso ajuda a quebrar a resistência e os narizes torcidos.

 

  • COMER SENTADO À MESA – Minha mais velha, hoje adolescente, só comia na frente da TV. Assumo a culpa, porque ela teve uma fase chatíssima, recusando-se a colocar na boca aquilo que não fosse a mamadeira. Então eu a hipnotizava com a TV e colocava a comida na boquinha dela. Não deu muito certo. Então passamos a sentar à mesa, o que realmente ajudou muito. Com o trio, sempre sentamos à mesa, embora eles se levantem toda hora porque querem fazer xixi ou cocô (isso, multiplicado por três, minha amiga, é uma loucura…). Mas notei que, à mesa, o comportamento é outro e a hora da refeição é levada mais a sério!

Bom, a hora da alimentação melhorou muito aqui em casa e hoje todos eles comem praticamente de tudo. Mesmo que não gostem muito de um ou de outro alimento, apenas se acostumaram a comê-lo.

Já quanto à mania de ir ao banheiro na hora das refeições, não tive tanto sucesso assim… Eles insistem em nos tirar da mesa todo santo dia, principalmente em restaurantes (sobretudo quando euzinha coloco o garfo na boca). Mas já ouvi por aí que isso acontece o tempo todo, nas melhores famílias, não é mesmo? Boa sorte pra todas nós!

 

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook