Do que sentimos saudades

Desde que virei mãe, sinto saudade de fazer um moooonnnnnte de coisas! Algumas simples, tipo tomar um banho demorado. Outra mais complexas, como ir à praia e ficar boiando sem compromisso. Outras, impossíveis, como dormir uma noite inteira.

Morri de rir com o resultado da enquete postada na nossa página do Facebook. As mamães abriram o verbo! Começando pelas necessidades básicas, uma das maiores carências é a falta de um banho decente. Não, não estamos pedindo banho de banheira de novela, cheia de espumas e com coreografia de pernas. Só queremos um banho mesmo, sem pressa. Questão de dignidade.

Também sentimos saudades de ir ao banheiro em paz, tipo sem platéia ou criança esmurrando a porta. Você se lembra da última vez em que pensou na vida sentada no vaso? Nem eu.

Queremos, ainda, dormir pelo menos por quatro horas seguidas. Tá bom, três. Duas? Tá valendo também. Qualquer coisa já ajuda. Mas também temos direito de sonhar com variáveis de luxo, tipo dormir-sem-ter-hora-pra-acordar ou dormir-de-babar-o-travesseiro.

Continuando no ramo das necessidades, queremos comer. Se puder, comer sentada. Se não for incomodar muito, comer sem ser interrompida. Agora delirando: queremos mastigar 32 vezes cada colheirada, saborear o alimento, saber o que estamos comendo (e não fazer como o tubarão, que engole primeiro para depois ver o que era). Queremos (agora eu vou chorar) ter tempo pra comer sobremesa!

Entrando no delicioso ramo das futilidades, queremos ir ao salão e ter um dia de noiva, andar penteadas, ir ao shopping, frequentar academia, andar sem o peito vazar e entrar na calça jeans sem precisar deitar na cama pra isso.

As piradas grávidas gostariam muito de dormir de bruços. Como a indústria dos colchões ainda não pensou nisso, gente? É só fabricar um colchão com um buraco no meio, ora bolas. Esse povo não sabe ganhar dinheiro. Tidizê, viu? Outro sonho de consumo de gestante é poder fazer progressiva e pintar cabelo, porque ninguém merece entrar na sala de parto mocréia.

Por fim, também gostaríamos de ter um tempo com nossos maridos/namorados/companheiros ou sei lá o quê. Curtir um romance sem ter que negociar revezamento de tarefas, pagamento de contas e afins. Sair de casa e dar um beijo demorado, em vez daquele estalinho the flash, seguido de um “traz pão”.

Agora, me fala, universo: é pedir muitoooooo????

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

69 Comments

  1. Sinto muita falta de exercer a minha profissão, me trazia satisfação e bem estar poder contribuir com a mudança das pessoas ao qual buscavam o meu trabalho. O convívio com meus familiares tb me traz imensa saudade. Longe deles fico incompleta. Mas dia a dia ao ver o desenvolvimento saudável de meu filho respiro fundo e penso: é pela melhor parte de mim que deixei tudo para trás.

    Post a Reply
  2. Sinto falta de ter um tempo só para mim, de não ser julgada o tempo todo, não me sentir culpada quando algo da errado, sinto falta de poder adoecer sem me sentir culpada, de conseguir comer uma refeição inteira ou pelo menos conseguir começar ela, sinto falta de quando não passava horas chorando me culpando porque eles adoeceram novamente, sinto falta de ter uma noite inteira de sono tranquila e mesmo que eles durmam eu vou lá verificar se está tudo bem, sinto falta de ir para a academia e poder fazer dietas equilibradas ao invés de sentar no chão cheio de brinquedos com um copo de sorvete e pensar nossa ainda tenho que limpar tudo isso, sinto falta de ter relação sem ser interrompida, sinto falta de passear a sós com meu marido, sinto falta de quando o que eu fizesse não refletisse diretamente neles, acho que sinto falta de quem um dia eu fui.
    Mas tudo bem quando eles sorriem eu esqueço tudo!

    Post a Reply
  3. No momento com um bebe de 3 meses dormir é ostentação. Rsrs

    Post a Reply
    • Hahahahhahaha! Sonho de consumo, né? Grande beijo!

      Post a Reply
  4. Sinto falta de ter tempo para me cuidar. Quando falo isso, não desejo nada complexo: salão de beleza, consulta médica e etc…. falo de uma simples banho demorado, ir ao banheiro sem ter ninguém chorando ou seu marido segurando seu bebe na porta do banheiro aos berros porque o mesmo não consegue ninar- lo.

    Post a Reply
  5. EXATAMENTE TOMAR BANHO TRANQUILA E COMER EM PAZ …

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook