O que sobrará para os nossos filhos?

 

Hoje não vamos falar sobre fraldas, mamadeiras e noites em claro. Vamos falar sobre preocupações de verdade.

 

Você, mãe, que comemora os poucos dias em que consegue buscar os filhos na escola por causa do horário de trabalho, talvez não consiga nem buscar seus netos, já que vai se aposentar com 100 anos.

 

Nesse caso, ainda deverá ser grata pela sorte de estar empregada, ganhando a metade do salário, numa empresa terceirizada, é claro.

 

E ser grata se sobrar saúde e um pouco de dinheiro pra encaminhar os filhos…. Encaminhar sabe lá pra onde, porque não existe futuro num país onde os dirigentes não respeitam seus trabalhadores, seus contribuintes, seu povo.

 

Mas o que mais dói é o que nossos filhos vão viver quando tiverem a nossa idade. Como vai estar tudo isso aí. O que eles sofrerão pelos nossos netos, e o que nossos netos sofrerão pelos nossos bisnetos.

 

À essa época, provavelmente não estaremos mais aqui. Mas gostaria de que o mundo deles fosse melhor do que o nosso. Um mundo em que as fraldas, mamadeiras e noites em claro fossem os únicos e deliciosos problemas com os quais os pais teriam que se preocupar.

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

2 Comments

  1. Serei avó de trigêmeos e ando por aqui em busca de treinamento. Acho que vou me transformar na vó pirada! compartilho de sua preocupação com os destinos de nosso país, pobre e sofrido Brasil. Beijos!

    Post a Reply
    • Ahhh que legal!!! Parabéns! Minha mãe também é uma vó pirada e morre de orgulho dos netinhos! Beijo grande!

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook