Sintomas do trabalho de parto

Uma das maiores dúvidas na minha primeira gravidez foi identificar um possível trabalho de parto, sem nunca ter vivido a situação. Como vou saber, se nunca passei por isso? Pesquisei vários artigos que apontaram para sinais comuns, facilmente identificáveis.

O colo do útero se torna cada vez mais fino e macio, além de dilatado, o que só pode ser detectado em exame de toque feito pelo obstetra.

 

Surgem contrações ritmadas, ou seja, em intervalos regulares. Esses intervalos vão ficando cada vez menores.

 

Junto às contrações, surgem cólicas, cuja intensidade vai aumentando.

 

Secreção de cor marrom, com vestígios de sangue. Trata-se do “tampão” de muco, cuja perda é um forte sinal do início do trabalho de parto, que ainda pode durar dias.

 

Rompimento da bolsa, somente acompanhada de contrações (a bolsa pode romper sem que haja trabalho de parto).

Em situação normal, os sinais do trabalho de parto podem começar a aparecer após a 37ª semana. Antes disso, podem ocorrer as chamadas contrações de treinamento ou “contrações falsas”. Seriam uma espécie de preparação do corpo para o trabalho de parto. Como diferenciá-las? As contrações de treinamento podem surgir a partir da 16ª semana e são caracterizadas pelo endurecimento da barriga por períodos curtos, que não passam de um minuto. Não aumentam de intensidade e não são ritmadas.

O que fazer se eu entrar em trabalho de parto?

A primeira dica é manter a calma e entrar em contato com o obstetra. Anote a frequência  e a duração das contrações. Às vezes, não há necessidade sequer de ir ao hospital. Por isso, o ideal é ligar para o médico antes. E não fique constrangida: ele já está acostumado e passa por isso todos os dias. Se você realmente estiver em trabalho de parto, receberá as orientações para o seu caso. Nada de pânico e, como costumam dizer, “boa hora” pra você!

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook