Terror Noturno: o que é?




Seu filho acorda chorando e gritando de madrugada, como se houvesse levado um susto? Essa crise de choro demora a passar? Ele parece estar acordado, mas no fundo está dormindo? Parece não enxergar a mamãe, mesmo estando com os olhos abertos? Então ele pode estar sofrendo de um distúrbio chamado “Terror Noturno”.

O nome é feio mesmo, mas combina com a reação da criança, que geralmente, é assustadora. Como passei por isso aqui em casa, leio muito sobre o assunto. A maioria dos artigos que pesquisei diz tratar-se de um distúrbio do sono, que atinge aproximadamente 5 % das crianças. O problema pode começar por volta dos 9 meses de idade, mas tende a ser mais comum entre os 2 e 5 anos.

As crises podem durar apenas alguns minutos ou chegar a meia hora. Recomenda-se não tentar acordar a criança, mas sim ficar ao lado dela esperando passar. Não há muito o que fazer, a não ser acompanhar. É um problema que tende a diminuir com a idade, até desaparecer por completo, pois é muito raro em adultos.

Entre as possíveis causas, os artigos apontam a privação do sono, barulho ambiente, estresse e até mesmo a falta de amadurecimento do sistema nervoso central. Segundo especialistas, trata-se de uma manifestação benigna, sem riscos à saúde. A criança, inclusive, não se lembra de nada no dia seguinte, ao contrário dos pesadelos.

Aqui em casa, minha filha mais velha teve muitas crises. Ela sentava na cama com os olhões abertos e quase matava a mamãe de susto. Eu morria de medo! Fazia minhas orações e, ao mesmo tempo, buscava artigos científicos sobre o assunto. Mas passou como mágica!

Depois, o caçula dos trigêmeos começou com as crises. Elas duraram de um até perto dos dois anos de idade. O grito dele era tão estridente, que acordava o prédio inteiro. Os outros dois bebês se assustavam com o irmão e começavam a chorar também. Realmente, era um terror noturno geral. Para a mamãe, para a família inteira e para os vizinhos. A sorte é que também passou!




Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

24 Comments

  1. Meu filho já teve era horrível eu não procurei ajuda mais lendo e procurando na internet achei algumas dicas não durou muito graças a Deus

    Post a Reply
  2. Minha filha tem!! Algumas noites são calmas, outras como ontem são cruéis. E o pior é ela me dizer que não gosta de dormir pq sonha…

    Post a Reply
  3. Meu filhote número 2 teve quando tinha uns quatro aninhos. E horrível! Parece q vc é uma incompetente que não é capaz de descobrir o que a criança tem.

    Post a Reply
  4. Conheço bem o terror noturno….ótima ideia falar sobre isso! Melhoras para o bebê e força na peruca (com escovão, claro! Kkk). Bjs.

    Post a Reply
  5. Obrigada de coração, meninas! Tudo caminhando mas ainda sem previsão de alta!

    Post a Reply
  6. Meu bebê deve ter isso pq tem dias que ele acorda num berreiro mas nao chega a acordar ai ficamos os dois revezando o colo e tentando acalmar ja chegou a ficar 1 hora chorando apavorante mesmo.
    Melhoras pro seu baby num2 que voltem pra casa logo!

    Post a Reply
  7. se me permitem , darei uma opiniao , o dito terror noturno tem suas raizrs ligação com a espiritualidade,

    Post a Reply
  8. Minha filha de 1 ano e 10 meses, tinha episódios de terror noturno. Resolvemos o problema com homeopatia. Ela ainda faz o tratamento, mas não tem tido mais.

    Post a Reply
    • Que boa notícia, Fernanda!

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook