Nunca é cedo para viajar com nossos filhos

Você me pergunta: a partir de que idade devo viajar com meu filho? Não se esqueça de que sou uma mãe pirada. Eu diria: já! Sou da turma que vende a roupa do corpo quando aparece uma promoção de passagens. Se você é das minhas, feche os ouvidos para as milhões de opiniões contrárias que irá escutar, de que seu filho não irá aproveitar, não irá lembrar, não irá curtir, blá, blá, blá…

Em qualquer lugar do mundo existem crianças. Onde há crianças, existe diversão para essas crianças, não é verdade? E nós, pais, merecemos nos divertir também. Apesar de não parecer, também somos filhos de Deus. Fora que a gente não sabe o dia de amanhã. Às vezes, a nossa vida muda e fica aquele sentimento de que poderíamos ter aproveitado mais…

Uma dica é aceitar o tipo de sufoco por que você irá passar, de acordo com a idade do seu filhote:

RECÉM-NASCIDOS: vá para onde se possa reproduzir o ambiente deles. Visite a vovó que mora longe, a sogra boazinha (se for malvada, não visite) ou algum parente bem próximo, bem próximo mesmo, tipo irmão. É importante ser um lugar onde você tenha liberdade de andar de pijama e descabelada, porque mães de recém-nascidos não têm tempo nem de escovar os dentes. Mas não desista: viaje.

APÓS SEIS MESES: a partir dessa idade, ficamos menos paranóicas com vírus e bactérias. A liberdade é maior, mas você vai levar a casa nas costas e o bebê no colo, porque ele ainda não anda. Mas não desista: viaje.

DE UM A TRÊS ANOS: a partir de um ano, a criançada começa a andar. E a correr, fugir de você, mexer em tudo e colocar miudezas na boca. Você precisará de preparo de atleta. Mas não desista: viaje.

TRÊS ANOS: a partir dessa idade, é o céu. Criança sem fralda, que fala o que sente, anda com as próprias pernas, come de tudo e já tem alguma noção do perigo. Pode ir para o Monte Everest, amiga.

CINCO ANOS: sabe tudo o que falei acima? É melhor ainda. São quase adultos, mas ainda pagam meia.

DEZ ANOS: essa é uma idade maravilhosa, mas você vai precisar de mais lugares no carro. Como é a fase do fazer-parte-do-grupo, nossos pré-adolescentes vão querer levar os amiguinhos. Nós, pais, começamos a perder a graça e só somos procurados na hora da fome.

QUINZE ANOS: A pouca graça que tínhamos, acaba. A partir daí, aqueles lugares extras no carro serão ocupados pelos namoradinhos ou namoradinhas. Entendeu, sogrinha?

Então, minha dica é: comece a viajar com seu filho o quanto antes. Não pense na trabalheira, porque sufoco no presente é história para contar no futuro. Faça as malas AGORA e feche os ouvidos para a turma do ele-não-vai-curtir-a-viagem. Povo chato, né? Aproveite muito desde já. Ou você não reparou que a próxima etapa é aquela em que nossos filhotes vão querer viajar SEM OS PAIS?

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

83 Comments

  1. Amei!!!! Esse post veio no momento ideal, vamos sair de férias em março e estou escolhendo o lugar pra onde vamos. Primeira férias em família!!!!

    Post a Reply
  2. Tenho gemeas…e qdo elas tinham 1 ano..apareceu a oportunidade de irmos para Disney levar meu filho mais velho de 8 anos..Todos chegaram e falaram q eramos loucos de fazer uma viagem dessas..q nao iriamos aproveitar..mas foi totalmente ao contrario…aproveitamos mto…e elas tbem amaram e nao deram um pingo de trabalho.

    Post a Reply
  3. Meu Deus não tenho mais coragem. Meus gêmeos tem 10 meses e são bem Peraltas. Passamos 3 dias na praia esses mês, ainda bem que os meus pais foram junto se nao estaria ferradissima.

    Post a Reply
  4. Me programando pra ir a Gramado em Junho.
    Meu filho estará com 1 aninho.
    Alguém tem dicas?

    Logo em Dezembro, iremos a Porto de Galinhas.

    Post a Reply
  5. Olha eu viajei quando minha filha tinha apenas 3 meses de vida, a pediatra liberou, disse que não era problema algum e qe iria me divertir muito com a pequena. Fomos para o chile, fomos na epoca do frio, aproveitamos muito, graças a Deus foi tudo perfeito, ela não deu trabalho algum, curtiu junto com a mamãe e o papai. Muitas pessoas me criticaram, dizendo que era cedo para viajar com ela sendo que ela tinha 3 meses, e que ela ainda nao tinha tomado o reforço das vacinas e bla bla bla. Não liguei para opinião nenhuma, a pediatra só disse que eu teria que usar muito rinosoro nela, por causa da altitude. E hoje graças a Deus minha boneca esta super saudavel com 8 meses, ficou com começo de gripe(que durou 2 dias graças a Deus) fora isso nunca ficou doente. Olha mamães não fiquem com medo de viajar, faça uma consulta com o pediatra do baby e vão tranquilas, é importante pedir bastante informação de como cuidar do baby. E os bebês curtem a viagem SIIIIIIIIIIM! Beijos meninas

    Post a Reply
  6. Quando meu primeiro filho nasceu, esperei ele completar 3 meses, arrumei as malas e fui pro Brasil pra casa DOS meus Pais (sozinha, meu marido foi depois de 15 dias) . com o seguendo filho, esperei so dois meses, e la fui EU de novo com a mala cheia de fraldas e leite em po, com o recem nascido e outro de 15 meses!!! Foi o maior trampo….mas pra minha alegria percebi que todo mundo ajuda…coloquei o aviao inteiro pra ajudar, desde as aeromocas (os) ate os passageiros. Valeu a pena!!!

    Post a Reply
    • É isso aí amiga. Nessa história já conheceram 10 países e mais de 30 cidades . E do jeito que esta nosso país …. Pelo menos aproveitaram enquanto pudemos kkkkkkk.
      E a Duda, como se comportou na primeira viagem ???

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook