Minha vida mudou

divã

 

Qual a mudança mais radical após a maternidade?

Pra mim, mudou tudo, tudo, tudo! Quando minha primeira filha nasceu, fiquei chocada com a demanda em tempo integral. Como assim não comer, não dormir, não escovar os dentes? Eu pensei que colocaria o neném no bebê conforto, faria bilú bilú e continuaria com minhas tarefas normais. Só que não. Vamos ver o que as mamães responderam na nossa página do Facebook?

Aminadabi Alves

A mudança mais radical que tive ao virar mãe, além dessas que vc citou, foi a independência, antes por ser só eu, saia todos os dias, visitava amigas, tinha mais convívio social, agr para eu sair depende de como o bebe esta, como o tempo esta, sem contar que pra sair agente tem que carregar uma parafernália toda (rsrsrs), e tem tbm o visual, que agr é mais deslechado, mas tudo compensa quando vejo o sorriso do meu Luís Davi. Ser mãe transforma, apesar de tudo, no final sempre compensa!

 Natame Alcantara

O que eu mais senti foi a mudança no meu corpo e não poder repousar quando fico doente. Pq antes qd eu ficava doente eu tomava um remédio e deitava, ficava descansando e agora já não dá mais. Na maioria das vezes não posso tomar remédio por causa da amamentação e muito menos descansar…
Mas independente de tudo isso, eu amo ser mãe e amo demais minha princesa Maria Eduarda.

Bruna Sersosimo

Sinto falta de um tempo sozinha com meu marido… Nunca mais ficamos a sós, nunca mais conseguimos começar um assunto sem ser interrompidos ( principalmente pela mais velha que “sabe tudo” rs)… Sim, ver o sorriso deles, admirá-los e ver que fomos capazes de gerar filhos lindos e perfeitos me enche de orgulho e de satisfação, mas depois que conheci vc e Mamãe Musa aprendi que não preciso me fazer de “a perfeita” e pintar a maternidade como um conto de fadas… rs Sinto falta sim, piro as vezes sim, mas hj entendo que isso não quer dizer que ame menos os meus filhos e que me arrependa de ser mãe! Hj sou uma mãe mais leve rsrs Muuuuuuito obrigada!!!!

Natalia Priscila

Td mudou a partir da gravidez gemelar ai sim estou em estafo d choque ate hj kkkk sono acumulado cansaço a auto estima que nao anda la essas coisas tempo pra vc tomar aquele banhu maquiagem salto kkkk mas a experiencia é maravilhosa !!! Mas confesso estou a ponto da loucura mas pelo meu menino maior que esta ainda na fase do ciumes e me da muito trabalho na escola entra em competiçao com as gemeas pra td a todo momento!! !!

Sabrina Davila

Acho que a grande mudança é mesmo a independência que fica bem remota quando se tem um filho, até porque mesmo a mãe mais sagaz e descolada se vê no desespero ao sair com o bb e ele tocar o terror rsrsrsrsrs na rua! Já larguei comida, compras etc para voltar pra casa correndo pq nada calava minha filha!!! Rsrsrsrsrs

Martha Gonçalves

Eu tb. Hj só saio com ele se meu marido tiver junto pra ajudar kk

Angélica Batista Afonso

Eu também senti muito falta de sono, os horários que tenho que correr pra cumprilos com o bebê chorando ou não … E a sensação que dá quando não consigo fazer tudo que tenho que fazer .. fico muito triste …

Debora Dores

Para mim mudou que eu não consigo mais ficar sozinha de jeito nenhum, e olha que só tenho 1. Sinto falta de ir ao banheiro sozinha, de maquiar, passar hidratante sem ser ou passando em mim e nela ou dentro do carro depois que todo mundo já tá pronto para sair. Amooooooooo minha filha mas tem dia que sinto falta de mim.

Paula Maya

Sinto falta de respirar, tem dias que eu acordo e penso: Vai começar tudo de novo, ou penso, acho que hoje não vou conseguir ! Sinto falta de ter um tempo pra mim, arrumar os cabelos, pintar as unhas. Evito olhar fotos antigas, pois me machuca. Sei que tudo vai passar, mas é tudo muito cansativo e desesperador !

Josiane Pires

Nossa, tudo muda!
Hj tenho um amor enorme por ela, mas qdo ela nasceu senti alívio, depois medo, desespero, ansiedade. Foi tão difícil que eu chorava, tava cansada e me culpava por ano consegui senti aquele amor incondicional que todos falavam. Daí o tempo foi passando, fomos nos conhecendo, a rotina foi uma delícia pra gente. Hj sinto uma felicidade enorme que invade meu peito. E não tenho vergonha de dizer que me apavorei, muito!!! Entendi que amor supera tudo, sou feliz!!!

Caroliny Calegari Zambelli

A grande mudança pra mim , foi a distância entre eu e meu marido , estávamos casados alguns anos e viajamos muito e passeávamos muito juntos ! De repente a atenção foi apenas para minha filha ! E senti muito isso ! E senti mais por ficar triste de sentir falta disso , eu me condenava por sentir falta ! Falta de estar bonita , sempre arrumada , hoje o máximo que faço é prender os cabelos e escovar os dentes !! Kkkk!! Mas todos os dias eu eu começo pensando : vai passar !

Gisele Menezes Dutra Serafim

Eu te entendo…

Nathália Batista

Noites sem dormir, saidinhas rapidas tipo to fazendo uma comida e faltou alguma coisa corre no mercado pra pegar rapido, nao rola mais ne tem q levar o bebe. Independencia nao ter hora pra nada agora o bebe é o relogio pra tudo e qualquer coisa. Ter que ficar em casa me deixa pirada!

Valdirene Rodrigues

A mudança radical da minha vida, foi a mudança de estado civil, kkkkk! Casei grávida! Então foi pacote completo, marido, filhos (gravidez gemelar) sair do aconchego da casa da mamãe, largar emprego, pois não compensava trabalhar e pagar escola para dois! E depois de 10 anos, outra mudança radical! Mais uma filha! Saímos do sossego de ter 2 crianças independentes, onde podíamos sair a hora que quiséssemos, dormir de final de semana até tarde e passamos para a agitação que vivemos agora! Mas não troco esta loucura por nada. Amo demais os meus filhos!

Vanessa Tolentino

Acho que o quesito responsabilidade pesou por aqui também. .não que eu fosse uma inconsequente antes da maternidade. .mas você saber que é responsável por essas vidas faz você pensar duas vezes antes de tomar qualquer atitude e se a mesma pode trazer algum resultado que irá prejudicá-los direta ou indiretamente. .seja a coisa mais boba como beber a mais numa festa ou algo mais sério como um divórcio ou mudança de emprego. ..

Luciana Marques

Eu sempre digo que é o caos mais gostoso que existe essa tal de maternidade. Kkkk meu filho me dá muito trabalho para dormir e é muito arteiro. 1 ano e dez meses nessa vida lkk mas eu amo

Josilene Landim

O mais radical foi o dormir…privação de sono é muito ruim. Tem também os palpites e pitacos…me enlouquecendo!!! O fato é que não sou só eu…É ela, mais ela e lá no final eu!

Fernanda Rios de Oliveira

Ser mãe 100% do tempo… Parei de trabalhar, academia, e qualquer outra atividade sozinha. Vivo 100% para os meninos e meu marido tem trabalhado muito. Conclusão: estou exausta. Às vezes choro sozinha pra aliviar a tensão. Amo muito meus filhos, mas estou muito cansada…

Luciana Gonçalves

engracado eh que antes de ser possível admitir o próprio cansaço a gente precisa reafirmar que ama o filho… tb me sinto assim.. to muito cansada MAS amo meu filho hehehe

Helia Mendes

E minha mesma historia.

Fernanda Rios de Oliveira

Excelente sua observação! Já ouvi uma pessoa dizer: como vc está cansada de cuidar dos seus próprios filhos? Quando faço esse comentário parece que estou cansada de ser mãe e não é isso! Só alguém numa mesma situação para entender…

Ana Luisa Monteiro de Carvalho

Nossa o cansaço pesa mtooooo msm. Beira a exaustão, me sinto incapaz as vezes, tão ruim, mas é claro q compensa. Que Deus nos d força e sabedoria a cada dia, pq fácil não é. Tava lembrando do ditado “ser mãe é padecer no paraíso” é bem isso msm, literalmente! !

Carina Almeida Santos

Pra mim o fato de saber que uma outra pessoa depende de mim,pra comer dormi…senti muito medo quando cheguei em casa no 1 dia ( chorei muito que o marido e minha mãe ficaram com medo de depressão) e confesso que ainda sinto..o não saber o que quer se estou fazendo o certo…. E sem falar no cansaço e o sono ah esse não volta rsrs

Telma Silva

Não tem descanso, né? Nunquinha. A gente está sempre atrás de implementar um novo hábito, desenvolver alguma habilidade ou sentimento, corrigir uma atitude. não tem alívio, nem comemoração, a gente já parte pra próxima demanda. Me sinto meio Dilma: não vamos estabelecer meta. Quando a gente chegar na meta, a gente dobra a meta. Estamos sempre devendo. Na minha pauta atual: ensinar a dar laço, ter empatia, andar de bike, a comer melhor, mastigar de boca fechada, fazer o dever com capricho…

Luciana Gonçalves

alem do sono o que mais me marcou foi a falta de liberdade de ir e vir.. pra qq lugar ha a logística a se considerar e se o ambiente eh adequado pro bebe…

Suelyn Castro

Apesar do meu filho ter 1 ano e 8 meses sinto falta de dormir e descancar de verdade. Pq parece q msm dormindo estamos acordada RS
Ele dorme cedo, raramente acorda de madrugada, mas antes das 7 esta acordado.
E eu sempre durmo tarde, ou pq tenho q fazer alguma coisa q durante o dia não deu para fazer, ou pq tem o 2° turno com o marido (ele chega e sempre quer cvs , ver filme) e acabado dormindo lá pela meia noite ou mais… Durante o dia a correria q toda mae sabe como é.
Sinto falta de trabalhar, trabalhei ate os 10 meses de vida dele depois que voltei da licença com ele com 5 meses.
Mas ele adoecia demais, e então sair do serviço e ate hj não trabalho, mudei da capital (Brasília) que era uma correria danada, transito ruim, tudo muito longe e acabava q qndo trabalhava passava mais tempo do q o necessário longe dele, e agora moro em Minas Gerais e posso cuidar mais dele, tudo perto… Rapidinho meu marido está em casa depois q sai do trabalho, n gasta mais q 10min, antes não era menos de 1h (sem engarrafamento).
Minha vida mudou completamente. Mudei de cidade, não trabalho mais, n saio para casa de amigas ( aqui nem tenho Kkkk), e quando penso em sair para qlquer lugar msm um shopping penso nele e no cansaço q é sair com criança #misericordia Kkkk
Mas e tudo muito saudável e msm com tudo isso, ainda qro ter outro filho

Helena Cardoso Martins

sinto falta de tempo, ele passa muito rápido, meu tempo é praticamente todo deles, e para nós zero rsrs… e sinto falta de não me preocupar…sair sem destino, essas coisas…

Camila Soares

Tudo mudou… Sinto falta de um tempo com o marido …de dormir sem hora pra acordar … sinto mesmo saudade do soninho da madrugada…rsrs tempo de me arrumar. ..principalmente o cabelo…rsrs Mas saber que tenho um amor tão lindo , dependente de mim pra tudo , me da força e coragem… Esse sorrisinho paga tudo!#descabeladamaisapaixonada#PedroJosé

Cintia Medeiros

Nós mudamos totalmente a vida, rotina, enfim… TUDO! Se preocupa com consequências, ação e reação, futuros, passa a acordar cedo demais e dormir tarde demais, não pensa em ficar tranqüila no fds pq não tem que trabalhar ou comer bobeira, segue a risca a caderneta de vacina… São tantas coisas que pré e pós filhos não conhecemos e passamos a conhecer que você não se lembra tanto da fase pré, pq parece que sua vida antes, vc não vivia nem existia…

Le Sales

Mamãe pirada pensava igual vc..! Mas só se sabe qd nos tormanos mães… tive várias mudanças a maior é nao ter tempo p nada mais… É o cansaço em tempo integral… É a angustia de pensar como será daqui p frente em pensar em ser uma pessoa melhor p poder estar mais tempo na vida do meu filho.. preocupação pq esse mundo está cada dia pior… É tb abri mão do meu emprego para cuidar dele.. É essas entre tantas

Thalita Cobucci Marins Terra

A maior mudança é a falta de tempo!! Desde da hora que levanto até a hora que eu deito, eu não paro, mesmo assim não consigo fazer nada por inteiro! Minha casa está de cabeça para baixo!!

Juliana Barcelos

DORMIR , definitivamente dormir rs sem ter hora pra acordar , ficar de preguiça na cama kkk. Tempo sozinho com o marido , ficar de namoradinhos abraçados.

Danielli Cristina S. Saavedra

Pra mim foi bem radical toda essa mudança, minha vida era extremamente agitada, parei de trabalhar as vésperas da minha filhinha nascer, então de repente minha cabeça não precisa mais pensar tanto e me vejo envolvida com a rotina de uma recém nascida. Eu tbm achava que era fazer bilú bilú e pronto, mas não! 100% do meu tempo é dela e isso sem contar com a insegurança que ser mãe de 1ª viagem traz. Mas entendo, agora com 38 dias pós parto, que tudo é uma fase, e que passa muito rápido e sentirei saudades! É recompensador quando me vejo no olhar dela, mas chorei muito mesmo até entender isso!!! Graças a Deus meu marido é maravilhoso e isso conta muito, por mim teria mais uns dois filhos e sem demorar muito!!!

Rivana Dutra

Minha rotina virou de cabeça pra baixo, fora as noites mal dormidas e a montanha de coisas pra fazer em casa que com a chegada da princesa parece que se multiplicou. Mas não posso reclamar pq ser mãe esta sendo uma experiência maravilhosa em minha vida, olhar para o rostinho dela e vê-la sorrindo é o melhor presente, acabo esquecendo de tudo que me incomoda. Amo demais minha pequena

Adriana Campos Ribeiro

 O mais dificil pra MIM…foi perceber que nao existia mais “MIM”… A dedicacão full time nos primeiros meses de vida do Bebé somado com o cansaco fisico e falta de sono de meses (que depois viram anos!!) faz com que nosso emocional desabe!!! Quando saimos, toda a familia, o meu marido se arruma, fica um gato, os meus filhos parecem principes e EU to sempre horrorosa, descabelada, sempre suando…salto alto??? Nao da!

Paolla Tosetto

Eu senti muita diferença no sono e nos finais de semana, pois não é em todo lugar que o bebê pode ir, às vezes em festas a noite, ou lugares ao ar livre não costumam ser apropriados pra bebês.

Pri Rappl

Eu sinto muita falta de dormir tranqüila…sem ne preocupar com nada.
Mesmo qd minha Valentina dorme a noite toda tranqüila… O meu cérebro não desliga….vejo que todas estão exautas…acho que é mais cansaço mental… Do que QQ coisa.o amor é enorme…mas tem seu preço… Meu marido me ajuda bastante… Mas ainda sim… O peso maior …é nosso

Nayara R A Brasi

O mais difícil pra mim é a falta de sono. Sempre gostei de dormir mto. Acho que com isso nunca vou me acostumar rs
E a mudança radical de vida. Sempre viajei, não parava em casa e de repente quase não vou na esquina. A falta de tempo pra me cuidar, pra ler um livro, ficar de bobeira…
E a dedicação integral é o que mais me assusta, o medo de não ser capaz de cuidar desse serzinho que depende totalmente de mim. É muita mudança de uma vez só e ainda não me redescobri totalmente.
E ao mesmo tempo me assusto com esse amor incondicional que eu nunca senti!

Luciana Araújo

Deyz Medeiros Cintra Luana Frias pensava igualzinho ?

Luana Frias

Kkkkkkkk…. Desse jeitinho!

Andreia Silva

A independência de horário fazer o que quiser quando quiser e se quiser não rola né criança tem seus horários e limites dela mesmo
E eu achando que criança que tinha que se adaptar aos nossos horários e rotina kkkk choque de realidade

Mariana Maltas

A maior mudança p mim é a reorganização de tarefas. Com o sono, até q lido bem ( dormimos eu e o filhote, deito c ele, e isso é um santo sonífero), mas TER q fazer as coisas…. Ah isso me consome. Antes, se não queria fazer janta. Tudo bem, comia uma pizza, um lanche, um nada… Hj, se não quero fazer janta, o azar é meu. Tenho q fazer e pronto. Antes, se não queria lavar a roupa naquele dia, deixava p depois, hj se não tenho vontade de lavar a roupa naquele dia, penso q ele vai c o uniforme imundo amanhã. Daí eu lavo. Estas questões q eram vem flexíveis p mim, ficaram rígidas, a ponto de ei estar pirando c tudo q tenho p fazer.

Keila Oliveira

A liberdade que eu tinha antes é o que mudou muito… mesmo sendo casada, se eu não estava trabalhando podia dormir até mais tarde, podia inventar uma besteira pra comer no almoço se eu estivesse com preguiça de cozinhar, na hora de sair, só tinha que me preocupar comigo mesma, agora não… se a filha acorda cedo, tbm tenho que acordar, mesmo que eu não queira fazer comida, sou obrigada, pois tem uma mocinha pra alimentar, e pra sair então a prioridade é ela e as suas coisas, se der tempo de tomar um banho eu já tô no lucro… mesmo assim, não troco essa vida não! Amo ser mãe! !!

Martha Gonçalves

A privação do sono tem sido pauleira . Passo o dia cansadona mas raramente consigo relaxar e dormir na hora que o bb tira sua soneca. A licença maternidade tá perto de acabar. Acho que vou ficar desmaiando no trabalho se continuar nesse ritmo.RSRS
São tantas mudanças… tantas emoções, preocupações, tanto amor que chega a doer, duvidas, insegurancas. Tem dias que estou super certa do que estou fazendo, em outros dano o pau a me questiona se estou fazendo as coisas corretas com meu filho. E isso acontece geralmente nos dias mais cansativos..

Monique Marques

A maior mudança foram minhas prioridades, não poder mais mandar na minha vida e o sentimento de culpa que tenho a todo momento. Sempre trabalhei fora e nunca tive problemas com isso, sempre gostei, mas hj é uma luta sair de casa, sofro todo dia, e pra piorar ainda faço faculdade, tem dias que só vejo meu filho dormindo. Mesmo depois de um ano, tenho vontade de chorar todos os dias, mas penso que se eu parar de estudar e trabalhar, nunca poderei dar o melhor pro meu filho. Graças a Deus tenho minha mãe que me ajuda demais, e não me preocupo com a rotina de casa, mas vivo cansada, durmo em media 4:30 por noite e ainda tenho que arranjar forças para dar atenção para o marido.

Melissa I. Sandoval Perrota

Para mi ser madre por segunda vez fue muy aterrador, mas porque estaba lejos de mi país (República Dominicana) y de todos mis familiares. En un pais nuevo, lenguaje diferente y demás. Mi esposo estaba en Chile trabajando y solo tenia a mis suegros, confiezo que llore y todavía lloró. No es nada fácil ser madre pero igual lo adoro cada dia. Mi vida cambio duermo casi nada, me baño en segundo y como de pie jajajajajaja

Fabi Dantas

Depois que os filhos crescem a gente vai voltando ao estado normal. Não é a mesma coisa, mas a independência dele faz com que nos também fiquemos mais independentes. A minha dificuldade ainda está em ouvir críticas… ah, Isso não muda. Sinto que é cultural: você depois que se torna mãe não tem mais o direito de ser mais você mesma. As pessoas se intrometem e tentam de todas as maneiras fazer vc se sentir uma inútil. Nadar contra essa enxurrada de críticas cansa as vezes… nada tá bom.Mas ai a gente vai levando.

Viviane Ancelmo

Pra mim foi nunca ter um tempo pra ficar com o marido, curtir…..

Talita Andrade Moreira

Sinto falta de trabalhar, ir ao cinema,sair com o marido. Minha bebê tem 11 meses e nunca saímos sem ela. Sinto falta de ir a manicure,cabeleireiro quando bem queria. Agora tenho que marcar no fim de semana quando marido está em casa pra ficar com ela. Tenho vontade de ir a academia.

Renata Oliveira

Acho que a maior mudança é que a gente se deixa em segundo plano. A preocupação com a saúde o bem estar deles aquela necessidade de protegê los sempre e a angústia de que qualquer coisa de ruim possa acontecer com eles. O sono o cansaço uma hora isso tudo vai passar mas a nossa preocupação com eles é pra toda vida.

Renata Guedes Ícaro Guilherme

Nossa eu pensava o mesmo também, que eu iria dormi todos os dias, tempo para arrumar cabelo,fazer as unhas só que não, mas sou uma mãe muito feliz

Mãe de Guri & Guria

O problema não é a falta de sono…esse eu tenho (e bastante!), mas sim conseguir dormir o que eu preciso kkkkkk, pq depois de ser mãe não dá tempo pra isso. As prioridades mudam…sempre eles em primeiro lugar! Nem ir num restaurante almoçar sossegadamente eu consigo mais. É tudo mais agitado, porém mais divertido!

Rubia Morgana Waldmann

Além da privação de sono e muito cansaço (quem disse que mãe tem descanso?!?!), o que eu mais senti foi a falta de liberdade… de sair, de fazer coisas corriqueiras, enfim…e o mais tragicômico de tudo isso é que ninguém conta o lado B da maternidade! Hoje tenho o mais profundo respeito para quem é MÃE.

Obrigada, mamães, por compartilharem suas experiências na nossa página do Facebook!

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

40 Comments

  1. A mudança após a minha gravidez foi não ter tempo para namorar rsrsr , escovar os dentes , descansar até porque foram trigêmeos e ainda estam com 3 meses, mais o presente maoir e melhor que recebemos só tenho que agradecer a deus por essas três bênçãos.

    Post a Reply
  2. A mudança radical foi exatamente essa. Nao comer direito, banho super rapido (que luxo lavar os cabelos kkk), dormir picado, e nuuuuunca mais pensar em comprar algo pra mim. Pois tudo que vejo pra bebe, me deixa pobre kkkk
    mais enfim, eu amo ser mae! ❤

    Post a Reply
  3. Tudo muda esgotamento total preocupação a mil…sono! O q eh isso?..tempo pra comer tomar banho..ir ao banheiro…dores nas costas braços punhos peito kkkk mais quando ela acaba de mama e abre aquele sorriso não tem preço

    Post a Reply
  4. Eu mudei de pais meu marido e Angolano e resolveu voltar para Angola e vim com a dupla, de resto o ja citado aqui…

    Post a Reply
  5. Para quem é apaixonada por ,artes marciais ,onde já cheguei a treinar , 3 modalidades diferentes e 6 vezes por semana , hj não posso voltar a treinar pois meu bebe amamenta no peito. Fora que meu bebe não fica com ninguém ai só teria como se ele fosse junto treinar kkkkkk

    Post a Reply
  6. Eu parei de trabalhar para ficar em casa as vezes tomo um banho corrido agora já como decentemente pq minha pequena está com 1ano mas antes era puxado mas amo ser mãe minha florzinha é tudo na minha vida

    Post a Reply
  7. A preocupação, estar sempre alerta, sempre pensar lá na frente, cabeça no presente, no futuro. Nunca fui desligada, mas sempre fui uma pessoa tranquila, sem pressa, deixava a vida levar, sem grandes planos, levando um dia de cada vez. Agora tudo mudou, preciso pensar e rápido em como vai estar a temperatura daqui tantas horas como nos planos para feriados, finais de semana, entre outras coisas mais complexa. Não sei mais sair sem pressa, sinto fome mais consigo enrolar por horas até conseguir sentar e comer, xixi faço quando dá (errado, mas já fiquei mais de 8 horas sem fazer xixi, só cuidando das crianças)… Vida de mãe, cansativa mas mega compensadora.

    Post a Reply
  8. O sono, eu durmia tao pesado q minha mae dizia q se um ladrao entrasse em casa, carregava a cama comigo e tudo e eu nao ia ver kkkk, hj em dia escuto um espirro e acordo. Ser mae é viver em alerta!

    Post a Reply
  9. Não saio mais sozinha, não vou ao salão fazer unha, minha casa está una zona – e olha que minha filha só tem dois meses. E ontem senti um medo enorme de ficar doente e não poder cuidar da minha filha.

    Post a Reply
  10. Tudo mudou …qndo parei de ter pressa foi q as coisas melhoraram. Tudo no seu tempo. Um dia vou sair…um dia vou viajar… Parei de ter pressa e estou aproveitando cada dia. Logo ele vai escapar de mim e tudo q vai restar eh a saudade

    Post a Reply
  11. Meninas, não tenho filhos ainda. Sempre leio depoimentos de não ter tempo pra nada. Tem alguém que tenha conseguido voltar a ter uma vida tranqüila? Obrigada

    Post a Reply
    • Eu ainda não voltei, meu bebê tem 5 meses,mas não troco o que vivo agora por nada de antes,ser mãe eh tudo de bom.

      Post a Reply
    • Estava aqui procurando alguém que não me achasse um ET.
      Sou uma mãe preocupada e zelosa como todas as outras. Mas as tarefas com minha filha são divididas de igual para igual com meu marido entao sim, nos dois desejamos, nos dois engravidamos, nos dois trabalhamos, nos dois tomamos banho e dormimos. Estou esperando o segundo com minha bebê com 1 ano e 4 meses. E muito amor p multiplicar para ele também. Acho que talvez a grande sacada seja esta, maternidade não deve ser solitária.

      Post a Reply
    • Que bom Vivian Fabiana Araujo Soares . Parabéns pela sua família. E muita saúde para seus bebês. Acho que as tarefas devem ser divididas mesmo!

      Post a Reply
  12. Posso contar um segredo pra vcs? Foi desesperador no primeiro mês de vida do meu anjinho. Rsrs. Depois eu fui entrando no ritmo, hoje meu pequeno tem 6 meses. Ainda não tenho tempo pra mim, mas já voltei para o trabalho, e consigo fazer minhas unhas de vez em quando…. Mas logo logo estarei craque para administrar . Muita força pra todas as mamães, pois não é fácil.

    Post a Reply
  13. A Fran Bats tem total razão, eu parei de ter pressa também. E parei de pensar que preciso dormir 8 horas seguidas (pode parecer loucura),mas qdo parei de contar as horas que durmo,fiquei menos cansada. Aproveito ao máximo meu picado de sono e não insisto pro Enzo dormir qdo ele não quer mais.Nós dois ficávamos hiper irritados. E tudo passa,logo ele cresce e as preocupações deixam de ser as noites de sono.

    Post a Reply
  14. Estou sempre correndo, fazendo mil coisas ao mesmo tempo. Não tenho tempo nem pra pensar rsrsrsrsrsrs mas minha vida hj tem sentido, meu filho é minha alegria de viver!!!!!

    Post a Reply
  15. Ficar sem dormi é sofrência total. Banho d 10 minutos é artigo de luxo. Lavar cabelo nem pensa. Mais vale a pena. Eu amo ser mãe

    Post a Reply
  16. A minha foi super já tenho um de 6anos e agora um de 3 meses Caracas era horas no banho agora to no automático, banhos muito rápido,ia no banheiro sozinha agora tenho acompanhante,o de 6anos TM ciumes apronta chama atenção não posso trabalhar!

    Post a Reply
  17. Ficar acordada até às 01:00 da madrugada, e ainda assim, acordar algumas vezes pra amamentar, sendo que meu filho já tem 1 ano e 4 meses, e ainda tenho que educar , dar carinho e atenção às minhas duas filhas de 10 e 8 anos. Mas confesso que sentia falta de tudo isso quando minhas filhas foram crescendo. Faz parte da vida os bons e os não tão bons….

    Post a Reply
  18. Larguei carreira, empregos e salários estabilizados, família e to começando vida nova ao lado do paizão do meu filho, não me arrependo jamais! Com o apoio de seus familiares e dos meus, estou me adaptando a nova vida numa cidade 20 vezes maior do que a que eu vivi até nascer meu filho. Estou feliz! Carreira, trabalho, estão em segundo plano! Coisa de mãe! As vezes até eu duvido que larguei tudo! Mas está valendo a pena

    Post a Reply
  19. Tudo.Após 10 anos de trabalho na área da minha formação parei tudo para ficar com minha princesa e não me arrependo,cada nova descoberta que eu presencio é compensador.A questão do banho,usar o banheiro,comer,dormir já nem esquento mais..tipo aceita que dói menos rs.O que tem me encomodado mesmo é o peso,to esquelética demais ai a auto estima foi pro brejo..mas vai passar.

    Post a Reply
  20. A noite de sono que se tornou luxo…. E eu costumo dizer que mãe não toma banho, mãe passa uma água…. Kkkkkkkkkkk

    Post a Reply
  21. Mudou meu foco, minhas preocupacoes…com o meu primeiro filho ha 7 anos foi tudo novo e aih eu fui me descobrindo e aprendendo a ser mae, foi dificil mas muito encantador e compensador, voltei a trabalhar e ele so tinha 3 meses, agora depois de 6 anos estou redescobrindo tudo de novo, meu filho mais novo tem 10 meses, e agora com dois eh mais dificil mas o amor eh tao grande. Nao tenho muito tempo para mim, eh verdade, meu marido trabalha mais de 12 horas por dia, entao sou eu e eu, dessa vez ainda nao voltei a trabalhar fora mas tenho trabalhado bastante dentro de casa.

    Post a Reply
  22. Sentir meu espaço invadido… minha independência. Tem muitas pessoas envolvidas por mais que não dê liberdade a todos é necessário o convívio e a integração para o bem da criança… e ter que colocar limites nessa situação é tão desgastante pq as pessoas se acham no direito de tudo afff cansada disso. Os primeiros meses ficar sem dormir foi muito difícil.
    Tranquei minha faculdade mais não me arrependo, senti no coração mais depois eu volto e esse momento não volta e acho que o importante é ficar com a mãe esse negócio de deixar bebe com os outros comigo não rola ainda mais a noite, vou deixar so para trabalhar pq não tem outro jeito. Sair a noite como é bebe tb é mais difícil mais logo passa… Eu já estava muito sozinha então foi ótimo é minha companhia.

    Post a Reply
  23. Smp comi devagar e qdo tentava comer mais rapido até passava mal, hj isso se tornou mto comum ou come rápido ou fica c fome rs!!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook