A imprevisível vida de mãe

Quantas vezes você não pôde comparecer a algum evento por causa de um imprevisto com seu filhote? Aposto que não cabem nos dedos das mãos e dos pés! Pois bem, você que é mãe, seja bem-vinda ao mundo do imprevisível!

Não consigo programar absolutamente nada, principalmente depois que tive trigêmeos. O mais impressionante é que os imprevistos acontecem justamente quando recebemos convites legais. Ahhhh, essa implacável Lei de Murphy

Essa semana estava toda felizinha em participar de um evento muiiiiito bacana, promovido pela Revista Crescer e pela Nestlé: um bate-papo sobre os primeiros mil dias da vida do bebê. Fui convidada pela revista, agendamos passagem para São Paulo, reservamos hotel, pedi folga ao chefe, marquei uma escova com luzes no salão (queria sair bem na foto), combinei com o papai, que me deu a maior força e fez um guia de “como-não-se-perder-em-Sampa”. Também jurei para minha mãe que levaria casaco: “Eu sei, mãe, que em São Paulo faz frio!!!”.

Nesse meio tempo, um machucado no dedão do pé do filhote infeccionou feio e ele teve que ser internado. A mamãe aqui ficou arrasada de ver o lindão no hospital. Passado o susto inicial, entrei na etapa de cancelamento com o pessoal da Crescer, a cabeleireira, o hotel e as passagens. Não vai ser dessa vez!

Aqui estou, descabelada e com as unhas descascadas, sentada na poltrona de acompanhante do hospital, enquanto o filhote dorme no soro. Fazer o quê, né?

Mas o lado bom é que tive que aprender a conviver com isso. Me acostumei a não gerar expectativas e encarar, numa boa, a mudança de planos. Afinal, do lado mais pesado da balança estão nossos filhos, nossos amores! Outras oportunidades virão, né? Me chamem! Me chamem! Me chamem! Não desistam de mim! Um dia eu vou!

 

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

14 Comments

  1. Força, vc ainda terá muitos eventos legais pra ir, e muitas dicas e ajudas a dar para outras mamães, mesmo com essa experiência ruim…bjos

    Post a Reply
  2. Esta iniciando as minhas aulas práticas na auto escola quando minha filha pegou catapora, precisei cancelar todas as aulas para ficar em casa cuidando dela, no dia que terminariam minhas aulas a catapora sarou. Remarquei as aulas, no dia que iniciariam meu filho pegou catapora, to começando a achae que minha sina é ser carona.

    Post a Reply
  3. Esse dia vai chegar amiguinha! E vai ser do jeito que vc merece e mais um pouco!

    Post a Reply
  4. Exatamente como eu hoje! Achando que ia conseguir trabalhar normalmente, estudar pro mestrado e que nada! Filha com febre, pediatra de férias, e eu de molho em casa esperando o encaixe da outra pediatra! Ce la vi!

    Post a Reply
  5. DORMIR UMA NOITE NO HOTEL SOZINHA.
    Te entendo total. Trabalhei num lugar, por quase dois anos, quando Vitor era bebê, em que eu viajava muito. E essa parte, mais do que o café da manhã do hotel, era a mais aguardada.

    Post a Reply
  6. Também tive uma experiencia assim. Preparei-me por semanas para palestrar num curso em uma entidade governamental e assim que deixei o filhote na escola para ir ao local ele começa a passar mal e vomita a roupa toda. Voce deixaria seu filho passando mal para ir palestrar? Díficil escolha: sentir-se lixo como mãe ou lixo como profissional? me senti um lixo como profissional. Levei tempo pra superar… mais tarde meu chefe me deu muita força e disse que eu tinha feito a escolha certa. E depois remarcamos outra data para a palestra. Aprendi que é uma fase imprevisível mesmo: vc nunca sabe onde estará as 5:00 horas da madrugada!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook