Como nosso dia começa

Muitos amigos perguntam como é a rotina com quatro filhos, especialmente com trigêmeos de um ano e sete meses. A descrição de um dia inteiro renderia um livro. Então vou contar aqui como são as duas primeiras horas do nosso dia. Como fazemos um revezamento, vou explicar a minha parte.

Primeiro, você acorda sem ter dormido, porque mãe não dorme. Levanto com o choro ou grito de um dos bebês. O mais incrível é que nem sempre o mesmo filhote acorda primeiro. Acho que eles combinam entre si e fazem um revezamento: cada dia um grita às seis e meia da manhã. Eu saio me arrastando aos trancos e barrancos como um zumbi da temporada mais sinistra do The Walking Dead.

Pego o fofinho às pressas para que ele não acorde os demais, já que  preciso de um tempo para meu espírito chegar até o corpo. Vamos para o colchãozinho da sala e ligo a televisão num canal infantil hipnótico. Deito cinco minutos, para tentar me espreguiçar, tempo suficiente para que o rapazinho ou a mocinha comece a resmungar. Tiro a mamadeira (que foi preparada na véspera) da geladeira e amorno no microondas. Troco fralda, coloco soro fisiológico no nariz (que sempre está entupido) e dou muitas fungadas e beijinhos.  Nesse meio tempo, os outros vão acordando em série. Vou trazendo todo mundo para a sala, onde ficam de preguicite. Olha que fofura coletiva!

IMG_5709

Repito os procedimentos com os outros dois. Quando acaba, vou para a farmacinha que fica na mesa da sala, já que sempre tem alguém tomando um remédio. Aí começa o festival de bocas travadas, cuspe e tudo mais que eles fazem para não beber o bendito remédio na seringa. Quando o medicamento é gostoso, tipo vitamina C, eles entram em parafuso. Vem todo mundo correndo para tomar as gotinhas. Eles se agarram às minhas pernas e me desequilibram. Tento mirar a colher, mas vai gota de Redoxon na cabeça de todo mundo.

Depois das mamadeiras, remédios, trocas de fraldas, é a hora de comer pão (aquelas bisnaguinhas bem molinhas). Sento na cadeira e eles vão se aproximando. É igualzinho dar comida para passarinho. Como tenho medo de que engasguem, vou dando pedacinho por pedacinho para cada um. E não posso pular a vez de ninguém, senão é a Terceira Guerra Mundial. Como estão na fase da birra, qualquer coisa é motivo para gritarem e rolarem pelo chão.

Depois disso tudo, a sala fica um caos: mamadeiras, chupetas, fraldas,  paninhos de boca e pedaços de pão espalhados por todo canto. Chega a hora de escovar os dentes. Levo as escovas dentro de um copo para a sala (mais leve do que levar três bebês para o banheiro). Depois, a turma vai tomar o solzinho da manhã e destruir os vasos de planta. Nesse momento, rola a troca da guarda e saio de cena. Mas não pensem que vou descansar. Vou me arrumar para trabalhar. Mas, antes, tenho uma tarefa importantíssima. Acordar a mais velha com muito amor e dar um carinho exclusivo, tipo de quando ela era filha única. Cansou só de ler, né?

 

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

38 Comments

  1. Nossa deve ser bem cansativo e ainda trabalhar fora!
    Mas els sempre dão a melhor recompensa que o carinho gratidão e amor!

    Post a Reply
  2. Kkkkkkkkkkkkkkk e maravilhoso adimiro VC amiga gostaria de ir passa um dia deve ser divertido e cansativo e muito mais muito gratuitamente

    Post a Reply
  3. Eita deve ser cansativo porém gostoso a nossa recompensa é o sorriso deles

    Post a Reply
  4. Kkkkkkkkkk adorei! “Acorda sem ter dormido!” resumiu as minhas manhãs! Muito legal… É pauleira mas compensa olhar teus passarinhos lindos, felizes e amorosos!

    Post a Reply
  5. Amei passo pela mesma rotina com os 4!
    Eh muito bom porém muito cansativo!

    Mãe zumbi somos!kkk

    Post a Reply
  6. Os meus não tem terminado, estou imendando um ao outro…
    Mamadeira, fralda, massagens, banho….E ela só crescendo
    Amo mt

    Post a Reply
  7. Kkkk vc é guerreira eu com um ja sou pirada imagine 3..

    Post a Reply
  8. Imagino cortar 60 unhas!! vc nao merece palmas, merece tocantins inteiro! !!

    Post a Reply
  9. Ufa!… Em pensar que daq a alguns dias vou fazer exatamente as mesmas coisas ?????

    Post a Reply
  10. Sei bem o que è isso;cansativo, mas a melhor coisa do mundo! Amoooo ser Mae de trigêmeos e hj me acho muito mais forte e guerreira que pensava ser!

    Post a Reply
  11. Esses dias até pensei em “reclamar” quando tava aqui, na luta, tentando escovar os dentes da minha pequena. Pensei em quem tem duas, três bocas pra cuidar. Fiquei quieta, respirei e continuei a batalha…

    Post a Reply
  12. Obrigada, meninas! Fica bem mais fácil compartilhar essa loucura com vcs!!!

    Post a Reply
  13. Me identificou muito kkkk, mais por enquanto minha rotina está só no primeiro parágrafo, porque ainda estão com 4 meses e meio, mais já estou tendo pesadelos quando começarem comer

    Post a Reply
  14. Olha isso Renata Santos tem quer ter bom humor né kkkkk apesar que suas mocinhas já passaram dessa fase, agora devem ser bem independentes né?! 🙂

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook