Exames de rotina para gestantes

Descobriu que está grávida? Então prepare-se para uma verdadeira maratona! Os exames feitos no pré-natal são importantes para resguardar a saúde da mãe e do bebê, além de determinar todos os cuidados necessários ao longo dos meses seguintes para garantir uma gestação saudável.

Veja abaixo quais são os exames essenciais durante a gestação, quando devem ser realizados e por que são indispensáveis.

Hemograma

O exame de sangue completo deve ser realizado durante os três trimestres da gravidez. Verifica sinais de infecção, anemia ou alterações nas plaquetas.

Urocultura

Realizado no primeiro, segundo e terceiro trimestres, o exame verifica a existência de infecção urinária, grande causa de partos prematuros.

Urina e fezes

A gestante deve fazer o exame de urina pelo menos uma vez na gravidez, mas recomenda-se realizar em todos os trimestres, para checar se há alguma anormalidade nos rins e no aparelho urinário. Ele também é muito útil para gestantes diabéticas. Já o exame de fezes serve para identificar presença de parasitas no intestino que podem provocar problemas como anemia.

Ultrassom

Serve para visualizar o embrião e o saco gestacional, calcular o tempo de gravidez e a data provável do parto. Deve ser repetido no segundo e terceiro trimestres para acompanhar o desenvolvimento do embrião e seus batimentos cardíacos.

Glicemia

A triagem de é útil para detectar diabetes. O teste feito no início da gravidez é repetido quando o organismo apresenta mais dificuldade para assimilar o açúcar. A diabetes gestacional é uma doença que requer cuidados especiais e possível antecipação do parto. O exame também é conhecido como curva de tolerância glicêmica ou teste oral de tolerância à glicose.

Toxoplasmose, rubéola, VDRL (sífilis), hepatite B, hepatite C e anti-HIV

O exame deve ser realizado no 1º e 3º trimestre. A sorologia para HIV, sífilis, toxoplasmose, hepatite B, hepatite C e rubéola determina se a gestante já teve contato com essas doenças. Em caso afirmativo, são tomadas medidas para que o bebê não seja infectado, correndo riscos sérios, como o de má-formação, por exemplo.

Os tipos e a frequência dos exames podem variar de acordo com a saúde da gestante, mas o importante é sempre seguir as recomendações médicas.

Esclarecimentos

Neste período, o exame de mamografia deve ser evitado em mulheres que não apresentam qualquer sintoma nas mamas. No entanto, em casos de suspeita do surgimento de câncer de mama na gestação, o exame indicado é o ultrassom, que não expõe a criança a radiações que possam prejudicar a formação de suas células.

Boa sorte na sua maratona de exames! Que corra tudo bem!

Slide1

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook