Meu filho faz escândalo para cortar cabelo

Não sei se com você é assim, mas meus    bebês dão um verdadeiro escândalo quando vão ao salão cortar cabelo. Sempre acontece com os dois rapazinhos de um ano e meio (a mocinha trigêmea ainda não precisou aparar as madeixas).

Escolhi justamente um salão com aquele carrinho suspenso, para que eles se distraiam. Sempre levo um bebê de cada vez, para não virar histeria coletiva (e para eu não ser expulsa do salão). No início, eles ficam felizes e começam a girar o volante pra cá e pra lá. Mas, quando percebem a aproximação da cabeleireira, dão um verdadeiro ataque. Não sei se o problema é a tesoura, o contato com uma pessoa estranha ou se eles sentem o cheiro da adrenalina que corre nas minhas veias.

O salão fica na beira da rua e TODO MUNDO fica olhando a gritaria dos meninos. O que as pessoas na calçada vêem? Uma mulher suada e descabelada (eu) emborcada em cima do filho, tentando segurar os braços, as pernas e a cabeça dele ao mesmo tempo. E outra mulher suada e descabelada (a cabeleireira), tentando tosar a cabeleira do bebê, já saiu do patamar arbusto e entrou em grau árvore (sempre deixo chegar a esse ponto, por causa do estresse). Os meninos choram de ficar sem ar. Eu fico sem ar, com vontade de chorar.

Da última vez, decidi que não passaria mais por isso. Fui a uma loja de cosméticos, comprei uma tesoura e uma máquina de aparar cabelo. Cheguei em casa, entrei no You Tube e assisti ao primeiro vídeo “como-cortar-cabelo-de-criança” que apareceu pela frente. Sentei o filhote no cadeirão de papá e liguei a Galinha Pintadinha.

O papai apareceu na sala e fez aquela cara de condenação, tipo: “o-que-é-que-essa-doida-vai-fazer-agora?”. Expulsei-o da sala e pedi para que ele não me provocasse, pois estava com a tesoura na mão (he he he). Respirei fundo. Fui passando o pente e cortando as mechas. Estava tudo indo muito bem. O bebê nem percebeu o que eu estava fazendo.

Mas o papai colocou a cara na porta de novo. Aquilo cortou minha energia. Sempre que ele fica me observando, acabo fazendo alguma besteira (acontece muito quando estou estacionando o carro). Só que, dessa vez, a barbeiragem foi na cabeça do bebê, que se virou rapidamente. Com o movimento brusco, eu acabei cortando demais o cabelo perto da orelhinha dele. Sabe peladeira de cachorro? Então…

Fui proibida pelo papai de cortar o cabelo das crianças. O pior é que ele não é bravo, mas sim fica me zoando o tempo inteiro. “Viu o que você fez na cabeça do menino?”, fala ele, com um risinho irritante. Mas, teimosa que sou (e ninguém manda em mim), sentei o outro bebê no cadeirão. Com gêmeos, são direitos iguais. Se cortei o cabelo de um, vou cortar do outro também. Desta vez, até que não ficou tão ruim.

Agora, estou pensando seriamente em entrar num cursinho de corte de cabelos. Só não sei que horas vou fazer isso, pois são quatro filhos, casa, trabalho, família e um blog para cuidar. Mas vou dar um jeito, porque, entre o escândalo dos meninos e a zoação do papai, fico com a segunda opção.

Você também vai curtir:

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

18 Comments

  1. Comigo era assim. Uma vez no shoping, tivemos que segurá-lo eu, meu marido e minha cunhada. A cabeleireira morrendo de medo e o povo em volta condenando. O olho dele já estava vermelho do cabelo ficar incomodando, eu tinha que cortar. Agora, aos 6 anos, ele relaxou e já deixa cortar, com acabamento na máquina e tudo..kkk Eu achava que era só meu filho. .

    Post a Reply
    • Tô rindo aqui do povo em volta condenando… Igualzinho comigo…rs

      Post a Reply
    • É tudo igual, né? rs

      Post a Reply
  2. Kkkkkk Quem tiver um tutorial, me manda para eu aperfeiçoar meus dotes…

    Post a Reply
  3. Ai meu Deus meu filho só deixa aparar com a tesoura, mas só chegar com a maquininha que el chora, pula, quer descer da cadeira e tudo mais, todo mês é essa tortura, kkkkk

    Post a Reply
  4. Meu filho fará 5 anos e ainda chora. Fico muito estressada, pq converso, prometo as coisas, mas não adianta muito.

    Post a Reply
    • Cirlea, por aqui tb é tenso!!! Até agora, com dois anos e meio, nenhum sinal de melhora…rs Grande beijo!

      Post a Reply
  5. Puxa, achei que era só com meu filho…

    Post a Reply
  6. Tô rindo aqui. Um porque é engraçado mesmo e dois porque estou aliviada de não ser só comigo. Vou me aventurar no corte independente de mamãe que fez, torçam por mim ??

    Post a Reply
  7. Eu sofro com o meu tbem o cabelo dele esta enormeeee ele é especial e é um sufoco não sei mais oque faço nao deixa cortar no salao nem em casa. 😭😭😭😭

    Post a Reply
    • Alessandra, aqui era uma loucura tb! Melhorou depois dos três anos! Grande beijo!

      Post a Reply
  8. Hahahahahaha, aqui também é assim! Todo mês tem tensão e vergonha no salão! Pensei que fosse só comigo…

    Post a Reply
    • kkkkkk Bom saber que não sou a única! Beijo grande!

      Post a Reply
  9. Oi!! Cheguei a chorar de tanto rir da situação!!! Adorei o nível arbusto e o grau árvore! Hehehe! Na última vez que levei meu filho (de 2 anos) para cortar o cabelo no salão foi tenso! Gritou muito, parecia que estavam torturando. Quando acabou, ficou tudo numa boa… Vai entender! Um abraço

    Post a Reply
    • kkkk Grande beijo Regina! E força pra nós! Os meus agora estão comportados e pararam de gritar, graças a Deus!!! rs Grande beijo!

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook