Plantão da Madrugada: dormindo na sala

Devido à grande terapia que virou o Plantão da Madrugada, postado diariamente na nossa Fan Page do Facebook, vou atualizar para vocês como anda a guerra por aqui. Nosso blog tem vários posts sobre as madrugadas com os trigêmeos. Mas você, que é mãe, sabe que as estratégias vão mudando à medida que as táticas antigas não funcionam mais.

Quer ver como está nossa situação atual? Os trigêmeos estão com um ano e oito meses. Desmontei os berços porque não aguentava mais ficar emborcada fazendo “Shhhhh, shhhhh, Shhhhhh” no ouvido deles para ver se dormiam. Então tomei a atitude radical de mudar para a sala. Comprei várias espumas, encapei-as com corino e joguei tudo no chão. Ficou uma espécie de colchãozão, um tatame.

Colchãozão na sala: nosso novo dormitório

Colchãozão na sala: nosso novo dormitório

Toda noite, antes de dormir (Dormir? É piada?), forro o espaço com um lençol e coloco divisórias de almofadas, formando três nichos. Coloco um travesseiro e cada criança dorme (Dorme? É piada?) no seu quadrado. Ao lado do colchãozão, fica o colchonete da mamãe, localizado estrategicamente perto dos dois bebês mais trabalhosos (o terceiro é calmo).

Ali eu passo a madrugada, trocando fralda, colocando chupeta na boca de criança, fazendo “Shhhhh, shhhhh, shhhhh” no ouvido de quem fica se remexendo. Você me pergunta: mas precisam dormir todos juntos? Não dá para colocar metade com o papai e o resto com a mamãe? O pior é que não dá. É melhor um ficar acordado com todos os três para que o outro durma em paz. E a parte da madrugada é minha.

Você me pergunta de novo: mas os bebês não dormem? Dormem sim, mas não é um sono tranquilo. Há vários episódios de tosse, cuspidas de chupeta, remelexo no colchão e alguns ataquezinhos rotineiros. Agora, multiplica isso por três! Eles voltam a dormir, mas meu intervalo de paz é muito  curto porque quando acaba um, começa o outro.

Mas estou felizinha com o resultado, porque melhorou bastante sem os berços. O bom é que posso simplesmente rolar para perto de cada um dos bebês, sem precisar levantar. Vou me deslocando igual a uma minhoca no meio deles, tomando cuidado para não esbarrar em ninguém (difícil, porque sou muito comprida). Pareço um soldado camuflado se arrastando deitado atrás da trincheira. Tá rindo? É guerra, amiga…

POSTS RELACIONADOS

MADRUGADAS COM TRIGÊMEOS

MEU FILHO NÃO DORME

MEDO DA BABÁ ELETRÔNICA

 

 

Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

46 Comments

  1. rsrsrs rindo sim, sempre! Vc é ótima Paolinha, amo os posts, “tamu junta” viu… e q Deus t d forças comandante, riri com 3 a patente é maior…

  2. Tidizê viu… Amo seus post. Meus plantões são bem melhores com companhia.

  3. Me apaixonei qdo vi sua página. Adoro. Tamojunta e tidize viu.

  4. Achei que eu era a única pirada nessa situação. ..faz uns três meses que adotei a mesma tática. ..não aguentava mais levantar e ir pro outro quarto e acordar a minha mais velha..será que vamos ser normais um dia?kkkkk

  5. Paola minha filha
    Fico suando quando leio sua saga! É MUITA COISA!!
    E aí Papai do Céu escolheu a dedo quem ia encarar essa jornada com uma leveza impar. Demais! Mt bom

  6. Kkkkk isso me descreve

  7. Rolando igual minhoca foi ótimo kkkkkkk

  8. Nossa, isso é para todas nós, mães de primeira viagem com um só bebê ficarmos bem quietinhas e agradecermos a Deus que nossa madrugada vai bem, obrigada. afinal, como posso reclamar de uma bebê para trocar/mamar/arrotar/dormir comparado a isso????

  9. Guerreira!!!! Minha Pirada Inspiradora!!!!

  10. Papo de mulher… Cozinha, maternidade, relacionamento, família, dicas de moda… Chama lá… 5381420957

  11. Kkkkkk. Eu, com apenas um, tmb já adotei a dormida na sala, “descanso” melhor assim!
    Só ainda não tinha tido a ideia de tirar foto da nossa cama no sofá!
    Melhor invenção dos últimos tempos esse tal de sofá retrátil! Kkkkkkkkkk

  12. Vc diz pra não ficar com pena. Mas é impossível não sentir. Rsrs
    MT guerreira! Parabéns!!!!

  13. Eu já não era muito boa da cabeça antes da Sophia chegar, há 08 meses. Agora, então, já entreguei pra Deus, porquê a minha sanidade já foi para o beleléu. Mas acompanhando a sua saga, dou graças à Deus que ela é uma só!!! Força na peruca, amiga!!

  14. Entendo bem isso, tb tenho trigêmeos com 2 anos, mas ainda não desisti dos berços kkkk

  15. Te entendo, meu filho tem o sono agitado também, mas eu tenho só 1, né amiga? Rs
    Vc escreve muito bem, adoro seus textos!

  16. Acordamos as 11:00,dormimos as 5:00

  17. Andréia Bittencourt Viana Beca, Debora Ávila Dascânio, Daniella Torres, Larissa Santa Cruz, .. Thayanne Portuense, Nathalia Marques Leime, Natália Warley Silva, Onedia Lima… E quando são três bebês a hora de dormir vira uma guerra…

  18. Quando as pequenas estão doentes as tiro de suas camas e “dormimos” assim tb
    Melhor estratégia para dias de guerra sem dúvida!

  19. Olha o que te aguarda rsrs como sou uma amiga boua te ajudo d vz em quand kk Débora Caline Nascimento

  20. Parece que estou vendo a cena la em casa, também tenho trigêmeos e as vezes vai todo mundo para o colchão na sala kkk.

  21. Hahahaha! Igualzinho! Adorei!

  22. Glauce, sua formação é igual à minha! Dois casais, né? Beijos na sua tropa!!!!

  23. Que lindos, Aline!

  24. Meninas, vcs não imaginam como mudaram minha vida… Desde que lancei o blog, não derramei mais nenhuma lágrima por causa do sufoco (antes eu chorava muito). Obrigada, de coração!

  25. Vdd viu, eh mto bom ver o perrengue alheio e saber q n estamos sozinhas… Uma terapia msm… Deus abençoe cada mamãe…

  26. Eu, com um só, chorava horrores, achando que não iria aguentar o trabalho, os peitos rachados, as noites mal dormidas, e que não daria conta de transformá-lo num rapaz com princípios, valores, ética… Mas o tempo passou e, se eu pudesse, enfrentaria tudo outra vez! Bjs

  27. Eu fico me perguntando se estou fazendo certo. É minha primeira filhinha e parei com a quimioterapia por seis meses pra tentar engravidar, depois foi uma gestação que eu não sabia se iria retornar o tratamento de quimioterapia. Nasceu prematura, e fiquei com medo de não amamentar, mas ainda estou sem medicamentos até dezembro de acordo os médicos. Tenho medo de morrer e deixa la.. .

  28. Lohane Borges Leal Lima , fiquei emocionada com a sua história. Olha, acho que está fazendo certo sim, porque está seguindo seu coração de mãe. Agimos pensando em acertar. Imagino sua cabeça, tendo que escolher entre tratamento e maternidade. Converse com os médicos e se agarre a todas as alternativas, pois você tem muitos momentos lindos para serem vividos ao lado da sua filhota! Se o preço a pagar for parar de amamentar para prosseguir o tratamento, dou a maior força. Amamentei por apenas dois meses porque infelizmente não consegui mais. Todos os três eram prematuros e quase não mamaram no peito. Graças a Deus, deu tudo certo. Se sua filha deixar de mamar, ficará bem tb! Siga seu coração e peça para Deus iluminar suas escolhas. Tenho certeza de que tudo dará certo!

  29. Lohane Borges Leal Lima , Medo de morrer, todas temos mesmo! Força e aproveite cada segundo de sua filhota, pois crescem muito rápido!

  30. Lohane Borges Leal Lima obrigada por compartilhar sua história de vida conosco. Vc é uma guerreira! Já é uma vencedora! Deus te colocou hoje na minha vida pra eu ver como meus problemas são pequenos. Parabéns pela sua força. Deus está contigo.

  31. Hahahahahaha leia isso, Cristiane Pereira Bastos! Mto bom!!!!

  32. Eu, com 1, vivo pirada! Sua saga “tranquiliza” a gente!, pq a gente vê que nao é pirada sozinha! Haja criatividade pra enfrentar a “guerra”! Kkkkkk Vc é admirável! Parabéns!!!!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Plantão da Madrugada: os bebês inquietos | Mãe Pirada - […] Plantão da Madrugada: dormindo na sala […]

Submit a Comment

Facebook