Mamãe, vamos brincar?




Você chega exausta do trabalho. Ou então, se trabalha em casa, fica “moída” ao fim de uma dura jornada doméstica. Aí vem o filhote cheio de energia e solta um: “Mamãe, vamos brincar”? Confesso que várias vezes tive vontade de fugir. Minha filha mais velha sempre fazia isso justamente ao fim dos dias mais difíceis.

Apesar da vontade de sair correndo, sempre tentei ver o lado bonito disso tudo. Seu filho não está pedindo um presente caro ou algo de grande valor material. Ele simplesmente quer sua companhia. Quer maior prova de amor do que essa?

Faça o teste: solte um brinquedo bacana no meio da sala. A turma brinca, mas logo enjoa. Agora experimente ficar brincando e fazendo palhaçada para a criançada. Eles pedem “De novo!” e “De novo!” e “De novo”… Não acaba nunca! Eles não enjoam de nós, olha que lindo!

É brincando que a criança começa a desenvolver seus valores e seu convívio social. A brincadeira também fortalece o vínculo com os pais. E olha só que legal: é de graça! Tem coisa melhor?




É por essas e por outras que sempre respiro fundo, por mais cansada que esteja, para viver esses momentinhos, mesmo que sejam ao fim de um dia exaustivo. Nem sempre consigo, admito. Não sou de ferro. Mas tento ao máximo brincar com a turma. É aí que mora a tão procurada felicidade.

desafio do brincar




Comments

comments

Author: Paola Lobo

Share This Post On

6 Comments

  1. Nossa ontem tava tao canssada que mal consseguia ficar com os olhos abertos,disse um “não” me senti péssima ;(

    Post a Reply
  2. As vazes o cansaço de nós país, faz com que fiquemos devendo mais participação nas brincadeiras com nossos filhos.Mas quando conseguimos driblar ele é nos fazermos crianças por alguns momentos…Há isso não tem preço! !!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook